/** * Script para o Google AdSense * */

Água Alcalina e Estômago Ácido

Para as pessoas que questionam a verdade da água alcalina, a pergunta mais importante que fazem é: “O que acontece à água alcalina quando chega ao estômago que é ácido por natureza?”

As pessoas que tem algum conhecimento do corpo humano, entre elas os médicos, insistem nesta pergunta. Permitam-me responder de uma vez por todas e tirar qualquer duvida que exista sobre os benefícios sobre água alcalina. Com o intuito de digerir os alimentos e eliminar todo o tipo de bactérias e virus que exista na comida, o interior do estômago é ácido. A acidez em média do estômago tem um pH de 4. Quando comemos e bebemos água, especialmente água alcalina, o pH do estômago aumenta. Quando isto acontece, é detectado automaticamente pelo mecanismo do corpo que imediatamente dá a ordem para que seja administrado mais Ácido Clorídrico para nivelar, novamente, os índices de pH para 4. Por esta razão o estômago volta ao seu estado ácido. Tornamos a ingerir mais água alcalina volta a suceder o mesmo processo. Dá a impressão que é uma batalha perdida. Quando se compreende como se produz o ácido clorídrico nas paredes do estômago todas as duvidas desaparecem. Se perguntarem a um médico patologista este irá explicar que não existe nenhum depósito de ácido clorídrico. Se este tipo de depósito de ácido existisse no nosso corpo para além de criar um buraco iria queimar internamente todo o nosso organismo. Quem produz este ácido, à medida que vai sendo necessário, são as nossas células. Os ingredientes necessários para produzir o ácido clorídrico (HCl) no estômago são: (CO2) dióxido de carbono (H2O) água (NaCl) cloreto de sódio ou cloreto de potássio (KCl).

[stag_alert style=”blue”]Formula Química[/stag_alert]

Com Cloreto de Sódio

NaCl + H2O + CO2 = HCl + NaHCO3

Com Cloreto de Potássio

KCl + H2O + CO2 = HCl + KHCO3

Como podemos constatar, o produto derivado da produção de ácido clorídrico é o Bicarbonato de Sódio (NAHCO3) ou Bicarbonato de Potássio (KHCO3) que entram na corrente sanguínea. Estes bicarbonatos neutralizam o excesso de ácido no sangue dissolvendo os resíduos ácidos a fim de serem eliminados. À medida que o corpo envelhece estes elementos alcalinos diminuem no organismo originando um estado de acidez. Este é um facto natural porque o nosso organismo acumula resíduos ácidos. Existe uma relação direta entre o processo de acumulação de resíduos ácidos e o envelhecimento. Ao observar o valor de pH no estômago, dava a entender que a água alcalina não chegava ao corpo. Mas quando se toma em consideração todo o organismo, se detecta um nível de alcalinidade favorável como resultado de tomar água alcalina. As células do corpo tem um estado ligeiramente alcalino. Este tipo de estado é conveniente para poder trabalhar a acidez e para produzir a alcalinidade necessária, o mesmo observamos no aparelho denominado de ionizador de água que na mesma altura que fabrica água alcalina também produz água acida, a partir da água da cidade (canalizada). pastilhas_efervesQuando o valor do pH do estômago é superior a 4, o nosso organismo sabe o que tem que fazer para baixar este valor. Se por algum motivo se dá o contrário, o estômago não sabe como actuar para fazer subir o pH. Por esse motivo é que tomamos uma pastilha (Rennie, Alka-Seltzer) ou outro tipo de medicamento que tem como base ser alcalino e desta maneira ajuda a melhorar a dor causada pelo gás da acidez. Neste caso, o ácido clorídrico não se produz no estômago e desta maneira a corrente sanguínea não recebe nenhum beneficio alcalino. Outro exemplo que ilustra a produção de ácido por um órgão para que outro órgão insira elementos alcalinos no corpo, é o pâncreas. Depois de digerir os alimentos no estômago estes deve seguir para o intestino delgado. O bolo alimentar, nesta altura do processamento pelo organismo, é extremamente ácido que acabaria por danificar as paredes intestinais. Para resolver esta situação o pâncreas segrega o suco pancreático que é alcalino. Este suco é bicarbonato de sódio que se mistura com alimento ácido que vem do estômago. Para produzir bicarbonato de sódio, o pâncreas neutraliza parcialmente o ácido clorídrico na corrente sanguínea com benefícios para o organismo. Todos nós já experenciamos de ficar sonolentos após uma boa refeição, a sonolência acontece porque o alimento está a passar do estômago para o intestino delgado, pois durante o processo digestivo este tipo de sonolência não acontece, é durante este processo de sonolência que o produto derivado do ácido clorídrico vai para o sangue. O ácido clorídrico é o principal ingrediente dos anti-histamínicos e é a causa do estado de sonolência. Não esquecer que o mordiscar de um pedaço de batata crua ou de gengibre cru tem o mesmo efeito que os anti-ácidos e que estes são naturais. Comente, Partilhe, Sinta

Subscreva a nossa Newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações do nosso Centro.

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This