O que é ILIB e sua função

O que é ILIB?

Estamos em constante contato com a poluição e toxinas, elementos esses, que podem ser considerados os principais geradores de radicais livres no organismo. Esses radicais são moléculas instáveis presentes no corpo que prejudicam as moléculas boas podendo causar problemas como edemas e cancros. Logo, precisam de ser eliminados e factores como mudanças na alimentação e a suplementação podem se tornar grandes aliados nesse processo, porém, o que muitos não sabem é que existe uma técnica pouca conhecida, mas extrememante eficaz, o ILIB – Intravascular Laser Irradiation of Blood, em tradução livre para o português, significa Irradiação de Luz Laser sobre o Sangue.

De origem russa, os seus benefícios são alcançados quando se irradia um vaso sanguíneo durante alguns minutos.

É uma terapia a laser que actua aumentando a produção de enzimas que trabalham interrompendo as acções dos radicais livres, prevenindo o envelhecimento e outros problemas. O ILIB também melhora a vasodilatação, a oxigenação, possui efeitos anti-inflamatórios e diminui o stress.

Contudo, suas ações se destacam no complemento do tratamento das doenças cardiovasculares, problemas respiratórios, diabetes tipo 2 e na luta contra o cancro. Não é um procedimento invasivo, é indolor e não possui efeitos negativos.

Os efeitos do ILIB

O efeito da laserterapia localizada, ou seja, sobre um tecido lesionado e/ou em processo inflamatório, é bem conhecido: ocorre um alívio imediato da dor, redução do edema e a cicratização é acelerada.

Essas respostas bem sucedidas deram origem a uma técnica de tratamento que tem sido muito explorada há quase 30 anos: a irradiação com laser vermelho ou infravermelho dentro de vasos sanguíneos. O primeiro objetivo é melhorar a circulação sanguínea, linfática, e, também a resposta imunológica.

A terapia ILIB está indicada em processos inflamatórios e dolorosos agudos e crónicos, doenças degenerativas e auto-imunes, processos infecciosos, ou seja, todos os pacientes podem ser beneficiados.

Não há contra-indicações, desde que a duração esteja adequada considerando a sua administração e a faixa etária.

O sucesso da terapia ILIB dependerá da análise e duração individualizada a cada sessão, ao longo do tratamento.

Propriedades e Efeitos do ILIB

  • Melhoria na qualidade do sono,
  • Sensação de bem-estar e de auto-confiança,
  • Melhoria na disposição para realizar tarefas físicas,
  • Facilitação para as atividades cognitivas,
  • Alívio de dores,
  • Alívio de inchaços,
  • Coadjuvante no emagrecimento

Nota: É importante salientar que à semelhança de outras práticas terapêuticas, a Laserterapia deve ser feita por profissionais qualificados.

Principais benefícios do ILIB

  • Controlo da pressão arterial,
  • Diminuição dos açúcares (glicose e trigliceridos) e das gorduras (LDL) no sangue (glicose, trigliceridos),
  • Aumento da oximetria sanguínea,
  • Aumento da circulação próxima a região da irradiação,
  • Controle das enzimas hepáticas (TGP e TGO),
  • Aumento da SOD (Superóxido Dismutase, enzima que actua no pancreas),
  • Redução da pressão intra-ocular (bom para glaucoma),
  • Redução do conteúdo da proteína C reativa,
  • Efeito anti-oxidante,
  • Aumento do nível plasmático de imunoglobulinas (IgA, IgM, IgG),
  • Diminuição da capacidade de agregação trombocitária,
  • Ativação da fibrinólise que aumenta a circulação periférica, entre outros.

Aplicação de tratamento

 Aplicação transcutânea contínua e direta de laser terapêutico vermelho / infravermelho,  na região da artéria radial, mais especificamente no ponto de acupuntura P9,  para combate aos radicais livres de oxigénio, que provocam o envelhecimento precoce das células e, por consequência, dos tecidos. A partir de uma pulseira fixada no pulso do paciente, o laser é absorvido e, então, percorre toda a corrente sanguínea.

No geral, o tratamento pode ser efetuado uma a três vezes por semana e em média tem uma duração de 30 a 60 minutos, mas o numero de sessões e a sua duração pode variar de paciente para paciente, pois cada caso é um caso.

Pin It on Pinterest

Share This